segunda-feira, 29 de março de 2010

Filme para trabalhar com adolescentes

DIÁRIO DE UM ADOLESCENTE

Já ouviu falar do poeta, músico e ator de cinema americano, Jim Carroll? Bem, descobri, assistindo ao ótimo filme O Diário de um Adolescente (1995), que, dos 13 aos 16 anos, ele sofreu demais por causa de drogas. Sua sorte foi encontrar uma pessoa disposta a ajudar (um amigo que o resgata à beira da morte e o tranca em casa para desintoxica-lo), e seu grande talento para as artes, que já despontava aos 12 anos, quando começou a escrever seu diário, que se transformaria em livro e filme no futuro. Uma mistura de alerta e desabafo, o filme é excelente, graças, ainda, ao talento do também adolescente na ocasião das filmagens, Leonardo Di Caprio.

As cenas do garoto preso num apartamento, passando pela desintoxicação são pra lá de realistas. Eu nunca vi ninguém naquela situação terrível, mas dizem que dói fisicamente e a pessoa entra num desespero total para conseguir qualquer coisa que faça parar a dor. Na primeira oportunidade, ele ganha as ruas e vai correndo atrás da droga. Sem dinheiro, procura a mãe, desesperado. Essa cena é muito forte, porque o ator tenta de tudo para que a mãe lhe dê dinheiro, gritando como um louco na sua porta. Ela, com o coração partido, chama a polícia para o próprio filho.

O ótimo roteiro (numa abordagem absolutamente adolescente, portanto, muito realista), a direção e o talento dos atores fazem de O Diário de um Adolescente um filme obrigatório para quem tem filhos numa idade perigosa. Para adolescentes que estão pretendendo se envolver com drogas, o filme é uma excelente "banho de água fria", podendo evitar o olhar de fascínio sobre esse universo, que TODO MUNDO SABE, nunca acaba em boa coisa. Você conhece algum viciado em drogas pesadas que tenha uma boa vida, produtiva, saudável e digna? Eu não!

--------------------------------------------------------------------------------
Sinopse

Em Nova York, Jim Carroll (Leonardo Di Caprio) é um promissor jogador de basquete, mas logo se afunda no submundo das drogas e, para manter o seu vício, ele rouba e se prostitui. Em plenos anos 70, ele e seus amigos começam a usar as mais diversas drogas para melhorar seu rendimento no basquete. Ele narra ainda, o destino de seus amigos: Pedro (James Madio), que se perde nas drogas, Mickey (Mark Wahlberg) que pega 15 anos de prisão após assassinar um traficante e Neutron (Patrick Mc Gaw), o mais consciente da turma, que pula do "trem" antes do precipício. É deplorável ver como eles vão topando qualquer coisa para conseguir as drogas. Para quem não conhece essa realidade, só assistindo o filme para entender do que um viciado é capaz.

________________________________________________________
Gostou desta postagem? Deixe seu comentário, sugestão ou nos envie arquivos para serem compartilhados com nossos amigos.
Nosso e-mail é: prof_letras@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

*Todos os comentários são lidos e moderados previamente.

*Para exibir sua foto, escreva o seu comentário e clique em "Visualizar" e em seguida clique em "Adicionar Foto de Perfil"(Só é exibido quando o comentário é publicado como Conta do Google).

Postar um comentário